Jornal Oportunidades
  O seu portal de bons negócios!  
  Terça-feira, 25/04/2017  
  Incluir Classificado  
  Quem somos  
  Fale com o editor  

 

Obnóxio

Publicado em 25/04/2017



Tarcísio Henriques Filho
(o autor é Procurador da República em
Belo Horizonte, mas gosta de ser lembrado
por sua amizade com o editor deste periódico eletrônico).

  

Não há modo de não nos surpreendermos com nossa língua!
    Vejam o caso do obnóxio.
    Vira e mexe nos perdemos na busca por uma palavra que possa nomear uma dada situação concreta e não conseguimos.
    Em alguns casos chegamos mesmo a “importar” palavras de outras línguas, como se a nossa não tivesse palavras para tais situações.
    É o caso do obnóxio.
    Somos, no que se refere às nossas escolhas políticas, todos, obnóxios.
    Eis o substantivo que nos dá a definição precisa de nossa situação nestes casos.
    Vamos às urnas, escolhemos nossos candidatos e pronto, nos submetemos, obnóxios, aos resultados sem mais.
    Não há nem mesmo um espernear mais consistente, depois do resultado eleitoral, que ajude a mudar o quadro…
   O termo? Vejam o sentido: “Que se sujeita de maneira servil a qualquer forma de punição (…) Que se submete à vontade alheia; dependente”. Há ainda, no Aulete, outros sentidos, como “vil, vulgar, corriqueiro”, nocivo e “que se caracteriza pela estranheza, pela esquisitice”.
    O brasileiro não é gentil, ele é, na verdade, obnóxio….
    Em todos os casos podemos bem classificar tanto nossas escolhas quando o próprio processo eleitoral e os próprios agentes envolvidos com este mesmo termo, em seus diferentes sentidos.
    Se isto um dia vai mudar, não sei.
    Torço para que possamos melhorar a coisa.

 

Entre em contato   Recomende   Imprimir


Colunas Anteriores

17/04/2017 - Oblóquio

10/04/2017 - Obliterado

03/04/2017 - Obliquar

27/03/2017 - Objurgar

20/03/2017 - Obdurar

Veja mais...