Jornal Oportunidades
  O seu portal de bons negócios!  
  Sexta-feira, 17/11/2017  
  Incluir Classificado  
  Quem somos  
  Fale com o editor  

 

Curiosidades Matemáticas

Publicado em 14/06/2017

 

Prezados leitores, a Matemática é muito mais profunda, enigmática e curiosa do que nossa mente pode imaginar. Pensando nessas curiosidades, resolvi apresentar-lhes algumas que talvez vocês desconheçam e que possam julgar interessantes:

1) O número π (letra grega pi) é a mais famosa constante matemática, cujo valor é 3,14159265...  É um número irracional, com infinitas casas decimais e é utilizado em cálculos em uma infinidade de casos envolvendo diversas ciências. Ele é obtido pela razão entre o perímetro de uma circunferência e o seu diâmetro, sendo conhecido há milhares de anos, desde os antigos egípcios. No início dos anos 1960, já eram conhecidas mais de cem mil casas decimais de π. Recentemente, uma universidade americana apresentou-o com oito quatrilhões de casas decimais.

2) O número dois, o primeiro dos números primos e o único que é par, é um dos números mais utilizados em nossos provérbios populares: “Matar dois coelhos com uma só cajadada”, “Mais vale um pássaro na mão do que dois voando”, “Um homem prevenido vale por dois”, “Dois pesos e duas medidas”, “Um é pouco, dois é bom, três é demais”, ... Com uma saudade infinita, lembro-me do meu saudoso paizão, que, com seu humor característico, dizia: “Dois debaixo de um guarda-chuva são três molhados”.

3) Um quadrado perfeito é aquele cuja raiz quadrada é um número inteiro positivo. Por exemplo, 9 é um quadrado perfeito, pois sua raiz quadrada é igual a 3, diferentemente de 8, que não é um quadrado perfeito por sua raiz quadrada não ser um número inteiro. Existem alguns pares de quadrados perfeitos com uma curiosa singularidade. 144 e 441 são dois quadrados perfeitos cujos algarismos são os mesmos em diferente ordem. As suas raízes quadradas são, respectivamente, 12 e 21, também formados por algarismos iguais em ordem diferente. Os pares de quadrados perfeitos 169 e 961 apresentam a mesma particularidade, sendo suas raízes iguais a 13 e 31. Outro par de quadrados perfeitos que se enquadra nesta situação é formado por 14884 e 48841, cujas raízes são 122 e 221. O matemático francês Victor Thébault descobriu no século passado que 1238769 e 9678321 também fazem parte desse grupo. Suas raízes são, respectivamente, 11132 e 31112.

4) Se você pegar quatro números naturais consecutivos, multiplicá-los e acrescentar uma unidade, o resultado sempre será um quadrado perfeito. Exemplos: 5 x 6 x 7 x 8 + 1 = 1681, cuja raiz quadrada é 41; 18 x 19 x 20 x 21 + 1 = 143641, cuja raiz quadrada é 379.

5) As ternas pitagóricas são um conjunto de três números que atendem à equação de Pitágoras na qual a soma dos quadrados dos dois menores é igual ao quadrado do maior. Na Geometria Plana, temos o famoso Teorema de Pitágoras: a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa. Os números 3, 4 e 5 formam uma terna pitagórica, pois 3² + 4² = 5². Outras ternas pitagóricas: 5, 12 e 13; 7, 24 e 25; 8, 15 e 17; 9, 40 e 41; 11, 60 e 61; 12, 35 e 37; 13, 84 e 85; ...

6) Os números do corpo humano durante toda a sua vida são impressionantes. Considerando a expectativa de vida atual de 75 anos para um brasileiro e que, em média, dorme-se 8 horas por dia, significa que, ao chegar a essa idade, você terá dormido durante 25 anos, muito tempo que parece “perdido”, mas necessário à nossa recuperação e saúde. Levando-se em conta um número médio de batimentos cardíacos entre 70 e 80, aos 75 anos seu coração terá batido cerca de três bilhões de vezes. Valorize seu coração, pois ele trabalha muito!

7) Você é pobre e quer tornar-se milionário? Se você for um gênio, tenho a solução para mudar sua vida. No início deste século, o Clay Mathematics Institute, uma fundação americana sem fins lucrativos que se dedica ao conhecimento matemático, ofereceu um prêmio de um milhão de dólares para quem resolvesse qualquer um dos sete problemas intitulados Problemas do Prêmio Millennium. Em 2003, o russo Grigori Perelman resolveu um deles, fazendo jus ao prêmio, mas recusando-o. Os outros seis problemas estão à sua espera para torná-lo milionário.

   Amigos leitores, até o próximo texto, se Deus nos permitir!

Paulo de Tarso Ramos

Entre em contato   Recomende   Imprimir


Colunas Anteriores

06/11/2017 - Matemática no Jogo de Porrinha

09/10/2017 - Testes Psicotécnicos – Imagens – Parte III

11/09/2017 - Testes Psicotécnicos – Imagens – Parte II

14/08/2017 - Testes Psicotécnicos – Imagens

14/07/2017 - Quadrados mágicos

Veja mais...